31/01/2015 às 10h42

Por que o passado pesa?

Não acredito que há rancores. O que há é construção constante de uma vida inteira. Chico Xavier afirma que “... não podemos mudar o começo da história (da nossa vida), mas podemos mudar o final dela”. Acredito nisso.

Gilson Aguiar - contato@gilsonaguiar.com.br
Por nossa conta

Por nossa conta

A vida é nossa, na leveza e o peso.
Por que o futuro é incerto para algumas pessoas. Nem todos conseguem perceber que o passado é caminho traçado que explica o que nos trouxe até aqui. Ele não é o mesmo para quem fez a jornada e para aqueles que acompanharam. O futuro, porém, é uma resposta para tudo isso. Ele é construído hoje.

Não acredito que há rancores. O que há é construção constante de uma vida inteira. Chico Xavier afirma que “... não podemos mudar o começo da história (da nossa vida), mas podemos mudar o final dela”. Acredito nisso.

Para que o caminho no futuro traga uma resposta adequada a tudo, a consciência do que passou nos dá respostas. Elas não são definitivas e sim uma escolha que é exclusivamente nossa. Estamos sós, por mais que acompanhados. Os espectadores de nossa jornada não tomam decisões por nós. 

Considero que repousa nesta solidão mal resolvida a angústia da vida, estar só para tomar decisões das quais somos os únicos responsáveis. O hábito de despejar com “desculpas” a responsabilidade dos nossos erros nos outros dá o limite de nossa maturidade.

E assim, a vida vai... mas nas mãos de quem? 

 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS