15/12/2014 às 09h48

Mudança

Nunca consegui ficar parado em um lugar, isso não significa sair de onde estou. Sempre que pensei em mudar levei em consideração tudo o que isso implica. Não é fácil fazer algo diferente quando afeta um número significativo de pessoas e interesses, mas é preciso. “Zona de conforto” mata!

Gilson Aguiar - contato@gilsonaguiar.com.br
Mudança

Mudança

Mudar é necessário, se não, morremos aos poucos.
Nunca consegui ficar parado em um lugar, isso não significa sair de onde estou. Sempre que pensei em mudar levei em consideração tudo o que isso implica. Não é fácil fazer algo diferente quando afeta um número significativo de pessoas e interesses, mas é preciso. “Zona de conforto” mata!

Em 2015 só tenho a certeza que não será o que foi este ano. É o bom começo. Fazer diferente é dar um passo que ninguém espera ou tomar uma atitude para não ser engolido pela mesmice. Quantas pessoas conheço que fazem a mesma coisa há anos e não percebem que estão se deteriorando.

O que considero interessante nas mudanças, naquelas que me dizem respeito pelo menos, é que nem sempre tive que romper com o lugar onde estava para mudar. Mudei mesmo mantendo vínculos. O que não é uma regra, mas é possível ser feito, “mudar sem romper”.

Porém, a mudança para 2015 será maior. E desta vez terei que me acostumar sem a rotina de sempre, sem as pessoas e gostos de sempre, sem a convivência constante de sempre. Para mim e os outros da minha vida fará diferença. Ninguém morre de rompimentos, mas renasce melhor, espero.

FELIZ NATAL E FELIZ 2015! Um ano diferente.

 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS