26/11/2014 às 09h04

Família e negócios: um campo minado

O curioso é que, se no ambiente doméstico ainda se deseja reproduzir o “macho alfa”, ele também é cultuado no ambiente profissional. Em empresas familiares fica nítido a disputa pela intimidade com o gestor patriarcal.

Gilson Aguiar - contato@gilsonaguiar.com.br
Empresa familiar

Empresa familiar

Família e negócios, empresas reproduzem os sentimentos domésticos.
Um texto de Michelle Perrot, a historiadora francesa, fala sobre as mudanças no ambiente familiar. A emancipação da mulher causou efeitos positivos na relação doméstica. Agora, a vontade individual impera sobre os anseios da moral patriarcal. Nenhum pai tem sobre sua prole o mando patriarcal estabelecido no passado. Somos livres, ou pelo menos deveríamos ser.

Mas não é tão simples se livrar da tradição que a família cultuou durante séculos. Ainda estamos subjulgados pela ordem patriarcal monogâmica e consanguínea. Ainda consideramos que o homem deve ser o provedor moral, mesmo já não sendo o mantenedor financeiro real. A imagem do caçador, aquele que determina a vida dos que estão a sua volta, é cultuada dentro dos mais variados ambientes.

O curioso é que, se no ambiente doméstico ainda se deseja reproduzir o “macho alfa”, ele também é cultuado no ambiente profissional. Em empresas familiares fica nítido a disputa pela intimidade com o gestor patriarcal. Ter a dádiva do líder é ter o consentimento do que vai além da racionalidade ou da regra que vale para todos.

Nas experiências que tive em contato com empresas familiares está idolatria do ser superior fica clara. O chefe é sempre alguém em que todos buscam ter o máximo de intimidade. O ciúme desperta diante da possibilidade de surgir um alguém que venha a ameaçar o posto de “preferido” do “pater corporativo”. 

Neste contexto, a racionalidade desaparece. O que poderia ser resolvido de forma logica, levando em considerações as metas da empresa, passam a ser definidas pela passionalidade. Um perigo para uma corporação que pretende crescer e amadurecer. A eficiência no trabalho é rebaixada pelo sentimento de rivalidade. Surgem dentro de um ambiente profissional novas fronteiras, crescem abismos, que podem separar elementos que necessitariam trabalhar sintonizados. 

Sempre é bom considerarmos que a racionalidade nem sempre está de forma pura ou impera onde mais devia. Temos que ter em mente que em lugar algum as relações serão racionais e objetivas. Elas serão, em muitos casos, uma consequência do sentimento, do valor cultuado e das tradições que não estão em nenhum organograma ou descrição de cargos e funções.

 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS