29/03/2014 às 10h46

Curitiba: o sonho está acabando

Capital paranaense já foi um modelo de cidade na América Latina. Agora, o padrão perde brilho. Quem diz é a população.

Gilson Aguiar - contato@gilsonaguiar.com.br
Curitiba

Curitiba

Curitiba não é mais aquela
Levantamento da empresa Brain de pesquisa, feita com 405 moradores da capital paranaense. 11% dos entrevistados consideram que a cidade ainda é ótima, mas a maioria tem observações sobre a vida na cidade. O que está acontecendo?

O problema da vida urbana nas cidades brasileiras é o resultado de falta de investimentos públicos ou estímulos para o crescimento dos investimentos privados. Enquanto a mobilidade urbana é um caos com a proliferação dos automóveis, a cidade é cada vez menos um lugar seguro para os seres humanos. 

A falta de segurança é outro problema. O medo de andar pelas ruas, de conviver nos espaços urbanos faz com que a vida doméstica ou ambientes privados ganhem destaque na fuga do espaço público. 

O problema da capital curitibana é comum a maioria das cidades brasileiras, em especial as que tem uma população acima de 150 mil habitantes. A reprodução do mundo privado na via pública também cresce. Não queremos mais encontrar por onde andamos o que não se parece conosco. Os shoppings centers crescem neste sentido. 

Não dá para transformar a cidade em um espaço para alguns. Algumas cidades lutam para isso. Seletividade na convivência do espaço público. Poderes municipais desejam evitar uma diversidade que interrompa o equilíbrio social. Em vez de entender a diferença e garantir a possibilidade da convivência, estamos defendendo a exclusão. Curitiba é uma mostra disso.

 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS