Jornalista » Comentário

O sucesso como homem público se traduz na ascensão material, na construção da riqueza pessoal usando as possibilidades que a máquina pública oferece.
A miséria ideológica também conta. A falta de uma perspectiva lógica para o futuro faz com que, jovens principalmente, assumam teses pouco sustentáveis, mas que apontam um inimigo fácil.
A igualdade é possível, porém, sua construção é feita no ambiente onde a agressão ocorre, mas não pelo agressor, pelo pai e mãe de quem no futuro serão agredidas, as meninas.
Cunha não está só na vida pessoal como na manipulação do dinheiro. A esposa do deputado, a jornalista Cláudia Cordeiro Cruz, é sua comparsa em muitos atos. Um dos capítulos da relação é a movimentação de dinheiro em sua conta e gastos com o cartão de crédito, em dois dias, de US$ 535 mil.
Os brasileiros costumam culpar o governo por este momento de crise. A crise econômica agravada pela má gestão dos recursos públicos. Porém, somos também sócios deste ambiente de medo. Cultuamos o pior, não nos posicionamos de forma coerente dando ao problema a proporção que ele merece.
A leitura como prática constante é feita por 30% da população, em 2007 já foi de 35%. O que preocupa é que, entre crianças e adolescentes o hábito de ler está caindo, mesmo em quem frequenta o ambiente escolar.
Terceiras vias nunca são uma solução, elas podem ser um oportunismo. Porém, não se pode negar que a busca de uma alternativa para a crise pode levar a uma reorganização das forças que sustentam o poder. Isto não há dúvida.
O que incomoda na fala do patrono e criador de Dilma é a inocência que revoga. Seu carisma inegável é uma prática de alguns governantes ao longo da história do país. Se colocar a frente da lógica dos fatos criando a sua, mesmo que sem pé e sem cabeça.
mais do que apostar em quem cai primeiro, Cunha ou Dilma, o dilema é a sucessão incerta e que, depois de feita, pode aumentar a incerteza.
Parece que o momento de crise que vivemos dá as pessoas um sentimento de vingança, de reação imediata. O descrédito nas instituições públicas de segurança é um fato.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS